22ª Mostra de Tiradentes: Seus Ossos e Seus Olhos

O segundo longa-metragem de Caetano Gotardo foi o filme de abertura da mostra Aurora. Seus Ossos e Seus Olhos trata de João (Caetano Gotardo), um cineasta de classe média, e suas relações com conhecidos e desconhecidos. Encontros esses que transformam e reescrevem os personagens em múltiplas histórias rememoradas. Ao prosear sobre a sociedade atual, Gotardo … Continue lendo 22ª Mostra de Tiradentes: Seus Ossos e Seus Olhos

Anúncios

22ª Mostra de Tiradentes: Trágicas

O filme de Aída Marques, professora da UFF – Universidade Federal Fluminense participou em Tiradentes da Mostra Olhos Livres, dedicada a obras de linguagem experimental. O que se experimenta, aqui, é a construção de um discurso através do confronto entre duas linguagens. De um lado, a encenação de 3 tragédias gregas (Antígona, Electra e Medeia) … Continue lendo 22ª Mostra de Tiradentes: Trágicas

22ª Mostra de Tiradentes: A Rosa Azul de Novalis

O novo filme de Gustavo Vinagre, em codireção com Rodrigo Carneiro, provoca comparações inevitáveis com seu longa anterior, Lembro Mais dos Corvos, exibido na edição anterior de Tiradentes. Ambos são documentários focados em um único personagem: amizades antigas do diretor que são entrevistadas em casa, em ambiente confortável e com equipe reduzida. Ambos sustentam-se sobretudo … Continue lendo 22ª Mostra de Tiradentes: A Rosa Azul de Novalis

22ª Mostra de Tiradentes: Vermelha

O longa-metragem Vermelha foi o grande vencedor da Mostra Aurora em 2019. O filme, escrito e dirigido por Getúlio Ribeiro, não só conquistou o apreço do Júri da Crítica, mas também atraiu bons olhares durante a projeção e posteriormente no debate, revelando a imensa curiosidade do público sobre o filme. A princípio, apresenta uma trama … Continue lendo 22ª Mostra de Tiradentes: Vermelha

22ª Mostra de Tiradentes: Parque Oeste

Eis que surge Parque Oeste (2018) atestando mais uma vez a potência do documentário brasileiro contemporâneo. O longa goiano foi exibido na Mostra Olhos Livres em Tiradentes e recebeu o Troféu Barroco da categoria. A premiação ficou a cargo do Júri Jovem, formado por 5 minas universitárias selecionadas em Oficina realizada previamente em Belo Horizonte: … Continue lendo 22ª Mostra de Tiradentes: Parque Oeste

22ª Mostra de Tiradentes: Meu Nome é Daniel

O longa-metragem Meu Nome é Daniel (2018) foi o grande vencedor do júri popular na 22ª Mostra de Cinema de Tiradentes. Trata-se de um documentário em primeira pessoa, encabeçado pelo próprio Daniel Gonçalves, que revisita memórias e imagens de arquivo em busca de um diagnóstico para uma deficiência que atravessa e marca a sua história. … Continue lendo 22ª Mostra de Tiradentes: Meu Nome é Daniel

22ª MOSTRA TIRADENTES: CORPOS ADIANTE

A Mostra de Cinema de Tiradentes é um espaço muito especial na história do cinema universitário. Nesta 22ª edição, a equipe da Revista Ganga Bruta teve a oportunidade de participar do corpo da imprensa e acompanhar as sessões dos filmes, bem como os debates que as seguem. Durante o próximo mês, iremos compartilhar nossas impressões … Continue lendo 22ª MOSTRA TIRADENTES: CORPOS ADIANTE

21ª Mostra de Tiradentes: Operações de Garantia da Lei e da Ordem

O documentário Operações de Garantia da Lei e da Ordem, de Julia Murat e Miguel Antunes Ramos foi exibido na Mostra Chamado Realista, contribuindo para os debates acerca do principal tema dessa edição de Tiradentes – a pluralidade estética na busca pelo real no cinema brasileiro contemporâneo. Aqui, a abordagem se dá essencialmente na colagem de … Continue lendo 21ª Mostra de Tiradentes: Operações de Garantia da Lei e da Ordem

21ª Mostra de Tiradentes: O Nó do Diabo

O longa-metragem O Nó do Diabo é composto por cinco histórias assinadas por quatro diretores: Ramon Porto Mota conduz a abertura e o fechamento, enquanto Gabriel Martins, Ian Abé e Jhesus Tribuzi encabeçam os episódios intermediários. O filme é um dos poucos exemplares de cinema de gênero nesta última edição de Tiradentes, servindo-se livremente dos preceitos … Continue lendo 21ª Mostra de Tiradentes: O Nó do Diabo